Esta noite enquanto dormia, bateste à porta dos meus sonhos. Eu abri sem hesitar. Apoderou-se de mim o estado de felicidade embora estivesse num sono profundo, afinal tu vieste-me visitar ainda que tenha sido por pouco tempo. Devia ter dito que podias ficar o tempo que quisesses, que eras tu que comandavas todo o sonho. Não fui a tempo. Um movimento brusco do meu corpo em luta com a cama, talvez te tenha assustado e tu saíste sem avisar.Deixas-te a porta aberta que outrora estava fechada, mas sabes que mais? Eu não a vou fechar para um dia poderes voltar.

7 comentários:

e.c ♥ disse...

gostei bastante !

e.c ♥ disse...

oh, de nada :)

- Dii - disse...

Obrigada por teres parado pelo meu blog e ainda bem que gostaste da história é a primeira vez que escrevo assim alguma coisa e ainda bem que está a ser bem aceite :D deixa-me muito feliz! Já andei aqui a cuscar o teu blog e também já vi que tem uma história e vou querer ler-la :D
Sim isto não anda muito famoso cá em casa :s Obrigada ^^

Marta disse...

Obrigada querida :)

Francisca. disse...

gostei imenso, Raquel!
Escreves lindamente!
um beijinho,Francisca.

EBA ☮ disse...

estou a seguir, segue também (:

ritabrito . disse...

tomos temos :c