Perder-te não estava nos meus planos - 3ª Parte

'Sabes.., eu vivi por ti , e para ti durante quase um ano, sabes que te amei como a mais ninguém, mas sabes também que não esperava a tua atitude e desiludiste-me.'
"Vivi (..) amei" As palavras ficaram presas no meu coração, estava a falar como se já não sentisses nada, e eu não estava preparada para ouvir aquilo, talvez não estivesse preparada para tê-lo de novo. Sou uma cobarde. Foi na única coisa que pensei.
'Eu sei. Desculpa, está-me a custar tanto não te ter comigo Duarte, nunca te quis desiludir nem magoar,mas pensava que era o melhor para os dois, descul..' Ele interrompeu-me, tapou-me a boca.
'Não me deixas-te acabar. Mas sabes que apesar de tudo, eu fiz uma promessa e quando prometo cumpro.' Inevitavelmente o que sempre prometeste saíu da minha boca quase como por magia.
'Se um dia o nosso amor tiver de acabar, lembra-te, acaba mas não morre, prometo', Disse as últimas palavras comigo, ambos sabíamos que era verdade, jurámos tantas vezes um ao outro, mas acho que naquele momento não era uma frase feita que podia resolver a situação.
'Desculpa, não me deixes por favor, já estamos separados à tempo demais.' Era a única coisa que conseguia dizer, era mesmo o que eu mais queria.
Mas senti-o distante e pior, senti que o tinha perdido, de vez.
'Desculpa amor, diz qualquer coisa mas não me faças estar com este peso mais tempo, dá-me uma segunda oportunidade, vá lá.' Largou-me a mão, e eu engoli em seco.
'Não podemos.' 
'Não podemos?, como não podemos? O que disses-te à 2 minutos atràs não significa nada? Eu estou aqui, agora, a pedir-te desculpa e a assumir que errei, as lágrimas começaram a escorreram-me pela cara, não me digas isso por favor, não.., não.. me digas que te apaixonaste por outra rapariga. Oh por favor, não era isto que eu queria, a sério que não. Mas tu parecias cansado da relação e achei melhor dar espaço a cada um de nós.' Apercebi-me que estava praticamente a falar sozinha já que ele não dizia nada. 'Não fui suficientemente boa para ti, não te mereço, desculpa mais uma vez.'
'Não podemos..., não podemos continuar assim. Nós não podemos, nós devemos, mais, nós temos que recuperar o tempo perdido.' Na altura estava tão atordoada com tudo, que nem dei conta do sentido das palavras, mas o meu coração deu e ia-me saltando da boca.
Apenas alguns instantes depois, o meu olhar deixou de fixar o chão e seguiu na direcção do dele.
Sorriu. E eu, inevitavelmente retribuí.
'Então quer dizer que me perd..' Interrompeu-me mais uma vez e limpou-me a lágrima que já me escorria pela cara.
'A minha vida só pertence aqui, e a ti', disse enquanto poisava a sua mão no meu peito, no lugar do coração. As minhas mãos caíram sobre a dele.
'Vou cuidar dela como se fosse a minha.' Subitamente, agarra-me para juntinho de dele e abraça-me com uma força que os meus ossinhos sentiram. Só tive forças para fazer o mesmo e aproveitar.
'É agora'
'É agora o quê?' perguntou com um ar desconfiado.
'É agora, que é para Sempre'
Beijou-me apressadamente para disfarçar a lágrima que também ele estava prestes a soltar.

(Continua..)

1 comentário:

Sara'C disse...

Que lindooo +.+
Amei, amei, amei!
Está tão fofinho o: