Ah Lisboa,

Ah minha linda Lisboa! Como adoro passear na tua calçada, que é por vezes um pouco torta, mas também quem é que se importa? Ah e como aprecio ver a tua elegância e simplicidade nos pequenos pormenores que ninguém liga. É verdade. Ah e como adoro descobrir, ruas, ruinhas e ruelas misteriosas, desconhecidas para mim até então. Sabe bem. Sabe bem ver tanta gente percorrer-te. Sabe bem ver tanta gente admirar-te. Ah, e quase me esquecia! Adoro ver o azul do céu que brilha mais intensamente aí. Não achas Lisboa? Não achas que és sensacional? Eu cá acho, acho de coração. Conto-te agora que me sinto uma privilegiada por poder tocar nos teus muros, sentar-me nos teus bancos, sentir o teu cheiro, molhar-me com gotinhas das tuas fontes. Ah, mas que bom! Mas que bonita é Lisboa. Que bonita é a minha Lisboa. 

2 comentários:

Portuguesinha disse...

Regresse mais vezes. Quem é de fora ou está fora sabe apreciar melhor

Bê Ce disse...

Adoro, escreves tão bem *.*