Daqui a 5 anos, venho cá contar.

Hoje comprei um diário. Daqueles com chavinha e tudo. Vai ser o meu novo amigo. Quero lá escrever tudo. Tudo mesmo.Tudo o que tenho aqui dentro e não consigo por em frases bonitas para ter a coragem de as postar. Quero escrever lá todos os dias nem que seja "Hoje não aconteceu nada de especial". É talvez um bocadinho à menina de 8 anos que começa com "Querido Diário" e depois numa letra estapafúrdia conta dos primeiros amores, do primeiro beijo e do primeiro Muito Bom. Mas não faz mal, sinto-me uma criança grande que não sabe lidar com a quantidade de sentimentos e acontecimentos dos últimos tempo. Quero daqui a, sei lá, 5 anos, estar nas minhas arrumações e encontrá-lo perdido no meio da bagunça , ter que soprar para o pó sair da capa, olhar para ele e ter a vontade de lê-lo de uma ponta à outra só para me puder rir. Quero pegar nele e dizer: "Toma, escrevi sobre ti."

3 comentários:

Mariana Girassól disse...

Eu tive um durante o ano de 2011, é tão bom lê-lo! Aconselho bastante :)

Cat disse...

Também me tem passado pela cabeça comprar um diário. :)

Trocas e baldrocas disse...

Nunca tive nenhum...