Não.

Não destrua seus valores comparando-se com outras
pessoas. É por sermos diferentes uns dos outros que cada
um de nós é especial.  Não estabeleça seus objetivos por
aquilo que os outros consideram importante. Só você
sabe o que é melhor para você. Não considere como                    
garantidas as coisas que estão mais perto de seu coração.
Dê atenção a elas como à sua vida, pois sem elas a
vida não tem sentido. Não deixe sua vida escorregar
pelos dedos, vivendo no passado ou só voltado para
o futuro. Não desista enquanto você tiver algo para dar.
Uma coisa só termina realmente no momento em que
você deixa de tentar. Não tenha medo de admitir que
você é "menos que perfeito". É esse tênue fio que
nos liga uns aos outros. Não tenha medo de correr
riscos. É aproveitando as oportunidades que nós
aprendemos a ser valentes. Não exclua o amor de sua
vida dizendo que ele é impossível de encontrar. A maneira
mais rápida de perder o amor é agarrar-se demais a ele,
e a melhor maneira de conservar o amor é dar-lhe
asas. Não despreze seus sonhos. Viver sem sonhos
é viver sem esperança. Viver sem esperança é viver
sem objetivo. Não corra pela vida muito depressa. A
pressa pode fazê-lo esquecer não só onde você esteve,
mas também para onde você vai. A Vida não é uma
competição, mas uma jornada, e cada passo
do caminho deve ser saboreado.


1 comentário:

marianabela disse...

então fala-me das tuas conclusões que eu explico-te do que eu falo :D
gosto muitoooo deste textinho *.*